30 junho, 2017

Gelado de cereja c/ hortelã



Decidi arriscar!
Porque já diz o velho ditado, quem não arrisca, não petisca.
Nunca tinha interagido desta forma em nenhum outro blog.
Até porque o Sabores do Ninho é um recém nascido, com muitos poucos dias.
Mas ao ver o desafio da Marta para este mês e sendo eu uma apreciadora de cerejas, decidi que iria participar.
Decidi logo à partida que iria fazer gelado.
E como nesta altura do ano, gosto imenso de fazer gelados, mas nunca tinha feito de cerejas, corri o risco e gostei imenso do resultado final.









Ingredientes:
500 g de cerejas sem caroço congeladas
8 Folhas de hortelã
1 Iogurte natural (125 g)
1 C. Sopa de mel de flores

- No copo da Yammi, coloquei as cerejas e a hortelã e accionar o botão triturar por 3 vezes.

- Adicionar o iogurte natural e o mel.

- Programar 2 min. na vel. 4.

- Depois de terminar a mistura, colocar numa caixa no congelador, de um dia para o outro.

- Acompanhei com um waffle, regado com topping de chocolate e ficou delicioso.

- O gelado ficou delicioso, embora não fique muito doce.

- Se forem mais gulosos, podem sempre acrescentar mais mel, ou se preferirem, acrescentar açúcar ao vosso gosto.

Adorei o sabor suave à hortelã, embora eu seja suspeita porque gosto imenso de hortelã.





29 junho, 2017

Frango estufado com arroz Thai Jasmin


A carne de frango é das mais consumidas cá em casa.
Dá para confeccionar das mais diversas formas, é um pouco como o bacalhau e a pescada.
Fica bom de qualquer maneira.
Gosto imenso da conjugação de frango com tomate, e se o tomate for da horta, melhor ainda.
Nesta refeição contei com a ajuda de duas das minhas ajudantes de cozinha, a Yammi, para fazer o arroz e a Multicooker maxichef, para confeccionar o frango.

Ingredientes:
1 Frango ao pedaços
1 Cebola picada
4 Dentes de alho picados
Azeite
1 Folha de louro
Azeite
1/2 Pimento vermelho
1/2 Pimento verde
3 Tomates médios
Vinho branco
Sal

Ingredientes p/ o arroz
250 g de arroz Thai Jasmin
1 cebola
2 Dentes de alho
Azeite
1 Folha de louro
Sal

- Na maxichef, colocar a cebola, o alho, a folha de louro e o azeite.

- Programar dourar legumes durante 12 min..

- A meio do programa, aos 6 min. sensivelmente, acrescentar o pimento verde, o pimento vermelho e o tomate aos pedaços pequenos.

- Deixar terminar o programa.

- Adicionar o frango e temperar de sal.

- Envolver toda a mistura.

- Seleccionar o programar estufar frango, a meio do tempo, mexer.

- Deixar o programa terminar e o frango está pronto.


- Durante a preparação do frango, fazer o arroz.

- No copo da Yammi, colocar a cebola, o alho e o azeite. 

- Accionar o botão triturar.

- Raspar o que está nas paredes do copo, colocar a folha de louro.

- Seleccionar 3 min, na Vel. 2 a 120º.

- Depois do refogado feito, acrescentar 1300 g de água e temperar com sal.

- Inserir o cesto e neste adicionar o arroz.

- Programar 20 min., função vapor.

- Mexer uma vez, de modo a envolver bem o arroz na água nos primeiros 5 min.


Fica uma refeição bastante apetitosa!







28 junho, 2017

Saladinha de entremeada e costeletas



Tinhamos feito uma grelhada mista para um dos nossos jantares.
E desta grelhada sobrou umas seis entremeadas e uma costeleta.
Cá em casa, os meus meninos não gostam de carne grelhada aquecida.
Mas como tem sido hábito na minha casa, e esta máxima já vem da casa da minha avó e da minha mãe, nada se pode estragar.
Resolvi aproveitar a carne e fazer uma saladinha.
Comeram e não reclamaram!
Por vezes, só é necessário dar uma nova "cara" à comida.

Ingredientes:
6 Entremeadas grelhadas
1 Costeleta grelhada
3 Dentes de alho picados
Coentros picados
Azeite

- Começar por cortar as entremeadas e a costeleta às tiras.

- Temperar com o alho, os coentros e o azeite.

- Misturar tudo e está pronta a servir.


27 junho, 2017

Peixinhos da horta



Adoro peixinhos da horta.
Mas daqueles crocantes, acabadinhos de fritar.
Não tenho nenhuma recordação associada até porque não me lembro de os comer até há algum tempo atrás.
Depois de casar, é que os comecei a cozinhar e a apreciar.
O meu marido gosta imenso!
E este são tão bons...

Ingredientes:

400 g feijão verde s/ as pontas e s/ os fios
3 Ovos
160 g de farinha 55
1 C. Sopa de azeite
100 ml de cerveja branca c/ álcool
Sumo de meio limão
Sal
Pimenta
Óleo

- Colocar água e sal num tacho e levar ao lume até ferver.

- Juntar o feijão verde e deixá-lo cozer.

- Escorrer o feijão verde e deixa-lo arrefecer.

- Num recipiente, misturar todos os ingredientes e temperar de sal e pimenta.

- Passar o feijão verde, um a um, pela mistura e colocar a fritar em óleo quente.

- Se o óleo não estiver quente, ficam moles.

- Ir virando, e quando estiverem douradinhos dos dois lados, retirar e deixar escorrer sobre papel absorvente.

-Já experimentei na actifry mas não gostei.
Há coisas que são mesmo boas, é feitas de modo tradicional.
E este petisco é um deles!






26 junho, 2017

Bolo muito especial





Este bolo, tal como indica o nome é muito especial.
Foi feito para uma grande amiga, como eu costumo dizer, a minha irmã mais velha.
Ela nem sabia que eu iria fazer um bolo, mas eu já andava há duas semanas a pensar nele.
E cada vez que estávamos juntas, pensava no bolo.
Poderia dizer imensa coisa, acerca desta minha amiga, mas há coisas que não se expressam em palavras, mas sentem-se com o coração...
Adorei o resultado do bolo mas o que me encheu o coração foi a alegria dela quando o recebeu.

O bolo é o Pão de ló de água.
Fi-lo da mesma forma. 
Por isso não escrevo aqui a receita.

Ingredientes p/ recheio ( Creme de ovos pobre):

6 Ovos
O peso dos ovos com casca, em açúcar branco
Amêndoa laminada

- Juntar os ovos e o açúcar numa caçarola e levar ao lume, no mínimo.

- Ir mexendo, até engrossar.

- Deixar arrefecer totalmente.

- Quando preciso de acelerar o processo levo ao frigorífico


- Cortar o bolo ao meio e rechear com o doce de ovos e espalhar a amêndoa laminada por cima.


Ingredientes p/ cobertura ( Creme de manteiga):

125 g de manteiga s/ sal
375 g de açúcar em pó
1 C. Sopa de leite magro
1/2 C. Café de corante rosa em gel

Utilizei a Yammi 2.

- Colocar a manteiga e o leite no copo e programar 2 min., Vel. 3, a 37º.

- Adicionar o açúcar e seleccionar 2 min., na Vel. 3.

- Colocar o corante e misturar na mesma velocidade, durante 10 Seg..

- Retirar para uma taça e levar ao frigorífico, de modo a que fique mais duro.


- Barrar o bolo com o creme.



Ingredientes p/ o glacé real:

1 Clara de ovo
1 C. Sopa de sumo de limão
200 g de açúcar em pó

- Na batedeira, juntar a clara, o sumo de limão e o açúcar.

- Bater a mistura até ficar bem firme.

- Colocar num saco de pasteleiro com a boquilha 4B da Wilton.

- Em torno do bolo, ir colocando o glacé.



No meio, coloquei uns corações de açúcar.

Muitos têm sido os bolos que tenho feito, mas este, embora com inúmeras imperfeições, fica guardado no meu coração.








23 junho, 2017

Frango no forno c/ salada russa


Nesta altura do ano é frequente cá por casa ter salada russa à disposição no frigorífico.
É um acompanhamento que agrada a todos e sabe bem, por ser fresquinha.
Nesta refeição, fi-la de raiz e serviu para acompanhar um simples frango assado no forno.
O frango é das carnes mais consumidas cá em casa, para mim é como o bacalhau e a pescada.
Dá para fazer de diversas maneiras e feitios.

Ingredientes:
6 Pernas de frango
2 Alhos franceses
2 Cebolas
6 Alhos laminados
Pimentão doce fumado
Sal
Pimenta
Sumo de limão (utilizei 2, mas eram bastante sumarentos)
Azeite
Cerveja (cerca de 330 ml)


- Cortar as cebolas às rodelas e os alhos franceses, utilizei uma mandolina.

- Laminar os alhos e acrescentar à mistura anterior.

- Distribuir uniformemente pelo tabuleiro.

- Dispor as pernas de frango e temperá-las com o sal, a pimenta, o pimentão doce fumado e com o sumo de limão.

- Regá-las com um pouco de azeite e acrescentar a cerveja.

- Levar ao forno a 180º, durante 45 min. / 50 min. .

- Ir vigiando para ficar douradas ao gosto de cada um e voltá-las a meio do tempo.
De modo a que fiquem cozinhadas de ambos os lados.


Ingredientes p/ salada russa:
200 g de Ervilhas
2 Cenouras cortadas aos cubos
150 g de feijão verde cortado (como se fosse p/ a sopa)
1 Haste de hortelã
Sal

- Colocar a cenoura num tacho com água, sal e a hortelã e levar ao lume.

- Quando as cenouras estiverem quase cozidas adicionar as ervilhas e o feijão verde.

- Quando estiver tudo cozinhado, retirar do lume e escorrer num passador, para retirar toda a água.

- Gosto de utilizar a hortelã, porque dá um sabor extra aos legumes e posso cortar um pouco no sal.

- Levei ao congelador rapidamente, de modo a que estivesse fria.

- Cá por casa costuma-se utilizar azeite e esporadicamente deixo os miúdos colocarem um pouco de maionese.

- Neste caso, utilizei o molho do frango assado para a temperar.






22 junho, 2017

Bolo de iogurte XL p/ o aniversário da minha filha



Como já referi algumas vezes, a paixão pelo mundo dos bolos é imensa. 
A minha filhota fez anos, há já algum tempo e como sempre, sou eu que faço o seu bolo de aniversário.
Ela adora corações, cor de rosa e dourado.
Juntei as três "coisas" e saiu este bolinho.
Esta forma é enorme, mas como era para levar para a escola, achei o tamanho ideal.
Infelizmente ainda não encontrei nenhuma forma em coração que fosse do meu agrado.
Mas como a minha mãe tem esta, sempre que preciso, peço-lhe emprestada.
Sim, emprestada! 
Porque a minha mãe abastece-me a cozinha com formas, utensílios e até mesmo alguns electrodomésticos, uns que compra e outros que são dela, no entanto esta forma não me dá nem por nada. 
Mas tem um motivo!
Foi um presente do meu pai, ainda namoravam...percebo!

Ingredientes p/ o bolo:
2 Iogurtes de aroma de morango
8 Ovos L
6 Medidas do copo de iogurte de açúcar
8 Medidas do copo de iogurte de farinha 55
2 C. Sopa de fermento em pó p/ bolos
2 Medidas do copo de iogurte de óleo de girassol
Corante cor de rosa em gel

Ingredientes p/ o recheio e cobertura:
225 g de açúcar em pó
250 g de manteiga c/ sal à temperatura ambiente
125 g de mascarpone
5 g de açúcar baunilhado

- Pré-aquecer o forno a 180º.

- Untar a forma com manteiga s/ sal e polvilhar com farinha.

- Separar as gemas das claras e bater estas em castelo. 
Gosto de fazer este passo, porque o bolo fica mais fofinho.

- Peneirar a farinha e o fermento.

- Numa outra taça, adicionar as gemas, o açúcar, a farinha, o fermento e o óleo batendo até que fique uma massa homogénea.(Adicionei cerca de uma colher de café de corante cor de rosa e misturei.)

- Por último, introduzir as claras e envolve-las na mistura anterior.

- Deitar o preparado na forma e levar ao forno, durante cerca de 60 min., mas o melhor será fazer o teste do palito.

- Se entretanto, o topo do bolo começar a ficar demasiado dourado, cobrir com uma folha de papel de alumínio. 

- Desenformar passados 20 min., para que o bolo não abata.

- Passado este tempo, colocar o bolo sobre uma grelha e deixar arrefecer totalmente.

Preparar o recheio e cobertura.
Utilizei a Yammi 2 pois facilita o processo. 
No entanto, é possível fazê-lo numa batedeira.

- Introduzir o misturador sobre a lâmina.

- Bater o açúcar e o açúcar baunilhado com a manteiga, na vel. 4 durante 8 min..

- Adicionar o mascarpone e programar 1 min. na vel. 4. 

- Estando o bolo frio, cortá-lo ao meio e rechear com parte do buttercream.

- Sobrepor a outra parte do bolo e barrá-lo com o restante creme.

- O efeito dourado, consegui-o utilizando uma lata de spray de tinta comestível. 
Comprei-a numa loja de cake design.









21 junho, 2017

Gelado de lemon curd





A sugestão de ontem, o Lemon Curd, teve um propósito.
Foi precisamente para este gelado que o fiz.
O gelado de lemon curd, para além de ser um dos mais requisitados cá por casa, fica com uma textura e sabor que adoramos.
Fica com um sabor doce, mas o mesmo mistura-se com o ácido do limão, o que origina uma fusão extraordinária.
Para quem gosta deste citrino, experimentem.

Ingredientes:
Lemon Curd (utilizei todo)
400 ml de natas ácidas
100 g de açúcar branco
5 Claras L

- Bater as natas com uns pingos de limão e com o açúcar, até ficarem firmes.

- Bater as claras em castelo.

- Envolver delicadamente as claras nas natas.

- Acrescentar o lemon curd aos poucos, misturando entre cada adição.

- Colocar o preparado numa caixa e levar ao congelador.

De preferência de um dia para o outro.
Pode-se decorar com raspas de limão.





20 junho, 2017

Curd de limão



Este curd ou creme de limão, como prefiram chamar é mesmo muito bom.
Para quem gosta de limão é uma óptima sugestão para rechear ou barrar as mais variadíssimas massas, desde crepes a panquecas, passando pelos bolos ou até mesmo para pavlovas.
Esta receita não é da minha autoria, mas sim da Joana Roque.
Tal como ela, desde que experimentei esta receita que deixei de fazer outras, fica com um sabor intenso a limão, é bastante saborosa, sem falar de como é fácil fazer.
Quero ainda aproveitar, para deixar uma nota.
Algumas das receitas que apresento aqui no meu blog, são retiradas de outros blogues e/ou livros.
Desde sempre, tive o hábito de quando vejo uma receita que seja do meu agrado, escrevo-a num caderno, para depois a reproduzir, claro que dou sempre uma pitada minha. 
Mas na eventualidade de colocar alguma receita que pertença a algum blog e/ou site, que reconheçam, deixem nos comentários e darei os devidos créditos. 
Muito obrigada.

Ingredientes:
140 g de açúcar (Branco ou Amarelo)
Raspa de um limão grande ou dois pequenos
125 ml de sumo de limão
60 g de manteiga s/ sal
2 C. Sopa de leite magro
2 Ovos L
2 Gemas L

- Adicionar todos os ingredientes numa caçarola e misturar muito bem.

- Levar ao lume, baixo de preferência mexendo sempre até ficar um creme espesso.

- Desligar o lume e deixar arrefecer por completo.

Pode-se guardar como qualquer outra compota e até mesmo congelar.






19 junho, 2017

Esparguete à bolonhesa






Cá por casa, não somos muito apreciadores de carne picada.
No entanto, gosto de ter carne picada no congelador.
No talho, escolho as peças de carne e peço para picar juntamente com um pouco de chouriço. Peço metade de porco e metade de vaca, na minha opinião fica mais saboroso.
Por vezes faço salgados ou esta receita.
É das poucas comidas com carne picada que realmente gostamos.
O molho da bolonhesa foi feito na Yammi 2 e a receita é do seu livro base, embora tenha feito algumas alterações.

Ingredientes:
150 g de cebola
100 g  de cenoura
100 g de alho francês
1 Dente de alho
45 g Azeite (é o que indica no livro, mas eu ponho a olho, como se fosse numa panela)
50 g de Chouriço ou Bacon (eu não coloco, porque no talho peço para juntarem o chouriço)
100 g de vinho tinto (coloco vinho branco)
800 g  de Carne Picada
155 g de Polpa de tomate (coloco 60g)
150 g de tomate em cubos (Ou coloco tomate natural ou coloco uma lata das pequenas inteira, que são 390 g, coloco o molho também)
1 C. Sopa de Orégãos 
Sal
Pimenta
Esparguete
Queijo p/ massas (utilizo Pamellano)

- Colocar no copo a cebola, o dente de alho, a cenoura e o alho francês em pedaços médios, adicionar também o azeite. 

- Programar 5 min., temp. 100º, na vel. 2.

- Depois de feito o refogado pressionar 3 ou 4 vezes no botão de triturar.

- Adicionar a carne e o vinho, colocando 5 min., temp. 100º, na vel. 2.

- Acrescentar a polpa de tomate, o tomate em cubos, os orégãos e temperar com sal e pimenta.

- Colocar 20 min., temp. 100º, na vel. 2.

- Retirar o copo medidor da tampa e colocar o cesto por cima.

- Entretanto, cozer o esparguete na quantidade desejada e segundo as instruções da embalagem.

- Escorrer o esparguete, cobrir com a carne e o seu molho.

- Polvilhar com o queijo.

Esta quantidade de carne dá para 1 refeição de 4 pessoas, podendo repetir e ainda sobra.











16 junho, 2017

Donuts








Estes donuts serviram para a minha filhota levar para a escola, já há algum tempo, talvez um ano.
Por norma pedem bolos ou salgados para as festas.
Gosto sempre de inovar e deixar os tradicionais bolos de fatia de lado.
E foi dessa forma, depois de alguma pesquisa e de uma máquina de donuts por estrear, que decidi fazê-los.
Nem sequer pensava ter um blog mas à medida que ia fazendo algumas iguarias cá para casa e gostava do resultado final, tive sempre o hábito de tirar fotografias.
Ou não fosse a fotografia uma das minhas outras paixões, aliada à comida, para mim, é um casamento perfeito.
Estou longe de perceber alguma coisa de fotografia, mas vamos aos donuts, que estes sairam-me bem.

Ingredientes p/ donuts:
1 Pacote individual de açúcar baunilhado ou 1 C. Chá do mesmo
80 g de Açucar
260 g de farinha 55
1 C. Chá de fermento em pó para bolos
3 Ovos
250 ml de leite magro (é o que por norma tenho em casa)
6 C. Chá de óleo de girassol

Ingredientes p/ a decoração:
1 Clara 
200 g de açúcar em pó
1 C. Chá de sumo de limão

- Começar a preparar a massa dos donuts.

- Juntar os ingredientes secos e misturar.

- Adicionar o leite, os ovos e o óleo envolver tudo, de forma a que fique uma massa homogénea.

- Aquecer a máquina de donuts. 

- Quando a mesma estiver quente, a minha acende uma luzinha verde, untar com azeite, utilizando um pincel. 

- Com um doseador ou uma colher de sopa colocar massa de forma a preencher o orifício, cerca de uma colher de sopa.

- Quando estiverem cozinhados, a luz verde liga-se e estão prontos a retirar.

- Repetir a operação com a restante massa.

- Deixar arrefecer na totalidade para se poder depois aplicar a cobertura, neste caso o glacé.

Preparar o glacé.

- Numa taça, pôr todos os ingredientes e bater até ficar bem firme.
Se quiser o glacé colorido, basta juntar corante alimentar na cor pretendida.

- Depois dos donuts frios e com a ajuda de uma colher de chá, distribuir o glacé por cima e colocar os confetis.

Foram um enorme sucesso na festa da minha filha.
E não deram assim tanto trabalho.


14 junho, 2017

Bolo de maça e canela


É verdade, mais um bolinho!
Adoro cozinhar mas tenho uma paixão imensa pela pastelaria, com principal destaque para os bolos.
E este bolo é delicioso.
Já experimentei vários, mas este é o que tem permanecido nas receitas testadas e aprovadas.
Depois o toque da canela, dá-lhe alma.
Sendo que na minha opinião, o segredo deste bolo é mesmo esse, a canela.
Por norma costumo fazê-lo quando há aquelas maças enrugadas na fruteira que ninguém as quer. 
Mas qualquer altura é bom para o fazer.

Ingredientes:
(Chávena de 220 ml)
3 Maças
3 Ovos
1 + 1/2 Cháv. de açúcar
2 Cháv. de farinha s/ fermento
2 C. Sopa de canela
1/2 Cháv. de óleo de girassol

- Pré aquecer o forno a 180º e untar com manteiga s/ sal a forma e polvilhá-la com farinha.

- Descascar e desencaroçar as maças. 

- Reservar.

- Bater os ovos com o açúcar, até obter um creme fofo e deixar de se sentir o granulado do açúcar.

- Adicionar o óleo de girassol, a canela, a farinha e o fermento.

- Amassar tudo, até estar bem envolvido.

- Acrescentar a maça e mexer com uma colher de pau.

- A massa fica pesada e densa mas é mesmo assim, depois de cozido fica fofinho.

- Leva-se ao forno durante 30 min..

Como já referi neste bolo, depende de forno para forno.








13 junho, 2017

Pica-pau de perú



Parece que as temperaturas quentes, vieram
 para ficar!
Calor é sempre associado a comidas rápidas mas saborosas, os chamados petiscos.
Eu adoro este tipo de comida!
O pica-pau é um desses petiscos que agradam a miúdos e graúdos.
O tradicional pica pau é feito com bifanas. 
Mas cada vez mais selecciono aquilo que comemos cá por casa e troquei as bifanas por bifes de peru.
Posso garantir-vos que fica muito bom e um pouco mais saudável.

Ingredientes:

6 Bifes de peru
Azeite
Sal
1 C. Chá de alho moido
3 Dentes de alho
1 C. Sopa de Mostarda
Cerveja branca c/ álcool  (utilizei +- 300 ml) 
Pickles
Azeitonas 

- Cortar os bifes em tiras e temperar com sal e o alho moído. 

- Cortar os pickles grosseiramente.

- Colocar um fio de azeite numa frigideira anti-aderente, esmagar os alhos com a faca e adicionar ao azeite.

- Quanto os alhos começarem a fritar, colocar a carne até ficar dourada.

- Adiciona-se a mostarda e a cerveja, deixa-se apurar um pouco, cerca de 5 min., para o álcool da cerveja poder evaporar.

- Retira-se a carne para um recipiente e coloca-se os pickles por cima e as azeitonas. 

- Pode-se colocar também salsa e/ou coentros por cima, eu fiz uma mistura dos dois.




12 junho, 2017

Pão de ló de água c/ ganache de chocolate branco



Sendo este o primeiro post, nada melhor do que um bolo muito especial.
Este bolo serviu para comemorar mais um aniversário do meu marido!
Aquele que está sempre do meu lado e que me lançou o desafio de ter este blog. Um local onde pudesse dar a conhecer o que mais gosto de fazer, cozinhar.
Os bolos de aniversário da família, ficam sempre ao meu cuidado.
Este bolo, é uma receita infalível, adapta-se a vários recheios e coberturas.
A conjugação do bolo com a ganhache de chocolate branco, foi muito apreciada cá por casa.
Ingredientes p/ bolo:
300g Açúcar
200g Farinha
1 C. Chá de fermento em pó
6 Ovos
4 meias cascas de ovo de água

Ganache de chocolate branco:
400g Chocolate branco
200g Natas frescas
2 C. Sopa de óleo

Decoração: 
Palitos de chocolate de leite
Palitos de chocolate branco
150g Amêndoa palitada

- Pré aquecer o forno a 180º.

- Untar a forma com manteiga s/ sal e polvilha-la com farinha.

- Separar as gemas das claras.

- Bater as claras com uma gotas de sumo de limão, de forma a que seja mais fácil ficarem em castelo.

- Reservar.

- Juntar o açúcar com as gemas e bater, até deixar de sentir o granulado do açúcar.

- Adicionar a água e envolver.

- Acrescentar a farinha e o fermento, batendo mais um pouco.

- No fim envolver as claras delicadamente.

- Transferir a massa para a forma e levar ao forno durante 35 min..

- Varia de forno para forno, o ideal será fazerem o teste do palito.

- Se o bolo ainda não estiver cozido e não queiram o bolo mais escuro por cima, coloquem uma folha de papel de alumínio.

- Deixar arrefecer por completo.
Eu fiz o bolo no dia anterior, de forma a que no dia seguinte, durante a manhã, estivesse completamente frio para o poder rechear e cobrir.





- Levar a amêndoa ao forno, até dourar a gosto, também utilizei a temperatura de 180º.

- Fazer a ganache de chocolate branco, que servirá de recheio e cobertura.
Utilizei a Yammi 2.

- Colocar o chocolate e accionar o botão triturar por três vezes.

- Adicionar as natas e o óleo, este servirá para dar brilho à ganache.

- Programar 15 min., temp. 50º na vel. 3.

- Retirar para uma taça e levar ao congelador para que arrefeça mais rapidamente, durante 20 min.. 

- Cortar o bolo ao meio.


- Numa das partes, colocar um pouco de ganache, reservando uma porção para a cobertura, colocar a outra metade do bolo por cima.



Barrar todo o bolo com o restante da ganache.




- À volta, ir intercalando os palitos de chocolate de leite com os de chocolate branco.

- Colocar a amêndoa por cima, cobrindo o topo na totalidade.

- Levar ao frio, até consumir, de forma a que a ganache solidifique e fique bem fresco.






Como era um bolo de aniversário e especial, coloquei uma fita azul com um laço.

Experimentem, é delicioso!